Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não sei se foi assim que aconteceu, mas tudo leva a crer que sim (porque não?), o que nos obriga a admitir que, de facto, existem contos de fadas. Pelo menos, sabemos (?) que existiram, um dia, num passado remoto. Reza a lenda que, há muitos séculos atrás, quando os mouros ocupavam o Algarve (Al-Gharb, na altura, Allgarve, agora), havia um rei que reinava com toda a sua fama de valentia e bravura a zona mais importante da região - a região de Al-Faghar, cuja capital era a cidade de Silves. Este rei, de seu nome Ibne-Almunidim, era excepcionalmente protegido por Alá, pois nunca  conhecera a derrota nas batalhas que travara. Era considerado o rei mais destemido e temido de todos os reis mouros. 

Numa das suas batalhas, o rei deparou-se com uma prisioneira com uma beleza rara, algo incomum para os mouros que se caracterizavam por um tom de pele cobreado, olhos castanhos e estatura mais baixa. A prisioneira despertara-lhe a atenção pela sua estatura alta, cabelos loiros e olhos azuis, côr do céu. Chamava-se Gilda. O rei, encantado com tamanha beleza, libertara-a da escravatura e tornara-a a sua "Princesa do Norte". 

Acontece que, a princesa, habituada à neve na sua terra distante, começara a ficar doente de saudades de ver os campos brancos, cobertos de neve. O rei, apaixonado e desesperado sem saber o que fazer para curar a sua "Princesa do Norte", ordenou que se plantasse amendoeiras por todo o seu reino. 

No início da primavera seguinte, levou Gilda à janela do terraço do castelo. Ao ver as flores brancas das amendoeiras, a princesa começou a sentir-se melhor, pois davam-lhe a ilusão da neve. O momento culminou com um beijo apaixonado entre os dois. (Estão a ver a cena?) A "Princesa do Norte" ficara curada da doença nostálgica que a ia consumindo. 

E adivinhem lá? Foram felizes para todo o sempre! 

Conclusão: se não fosse este magnífico rei mouro e esta caprichosa rapariga do Norte  (o Norte da Europa sempre a exigir coisas ao Sul?irra), eu não teria a possibilidade de comer amêndoas tão boas, teria de as mandar vir da América.

IMG_20150223_082045.jpg

IMG_20150223_081723.jpg

 

IMG_20150221_125937.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18


4 comentários

Imagem de perfil

De Marquês a 12.03.2015 às 15:20

E assim a princesa Gilda foi feliz no Al-gharb. Daqui a 100 anos dirão que foi assim que começou o turismo no Algarve porque a Gilda meteu uma foto no Instagram e os primos reservaram a passagem numa app e vieram cá de férias para um hotel que viram nas redes sociais.
Imagem de perfil

De Melissa Lopes a 12.03.2015 às 16:08

Ahaha
Muito provavelmente, Marquês. Os tempos avançam, mas há de haver sempre "estórias" (de encantar ou não) para dar sentido ao presente.
Sem imagem de perfil

De Rita a 15.03.2015 às 11:08

As amendoeiras são mesmo muito bonitas e eu tenho a sorte de na minha universidade ter um pátio com três! Uma vénia ao rei que as mandou plantar. haha :)
Imagem de perfil

De Melissa Lopes a 15.03.2015 às 11:34

Um rei com muita visão, de facto eheh

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Terceiro Frente é social


Instagram


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.