Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Fim de semana de Liberdade

por Melissa Lopes, em 25.04.15

Afinal ainda me encontro viva. Mais viva do que nunca, até. Irónico ou não, é em casa que festejo a minha liberdade. Hoje tenho liberdade para descansar. Liberdade para não fazer nada. Liberdade para vegetar. Liberdade, fechada em casa. Liberdade, talvez, para ir correr. Liberdade para não ir, se for essa a minha vontade. Liberdade para comer de hora a hora ou para não comer em hora nenhuma. Liberdade para pensar devagar. Então e se eu não quiser pensar? Tenho essa liberdade também. Liberdade para escrever este post desajeitado. Liberdade para ver um filme, dois ou três ou 10 minutos de uns quantos. Liberdade de não ser vista, a não ser pelos que eu própria quero que me vejam. Liberdade de não sair à rua de cravo na mão, no peito ou na orelha, porque aqui festejamos as datas à nossa maneira, ou seja, sem maneira nenhuma. Não é defeito, é feitio. E não é por isso que sou menos afecta aos valores que a revolução nos trouxe. Está a ser assim o meu 25 de Abril e está a saber-me bem. Neste momento, desconfio que só uma nova revolução me faria sair do Terceiro Frente...

25abril10.jpg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2015 às 18:53

Precisamos da revolução. A liberdade de voltar a ser feliz, de voltar a sorrir porque a vida me corre bem, no emprego, ter a sorte de viver num país em que a primazia é a educação, a saúde, a justiça, a cultura. Um país com igualdade de oportunidades em que tenho direito a uma boa escola pública, a um bom serviço nacional de saúde e em que a justiça seja célere e cega, direito ao emprego e que a pessoa o ser humano, seja considerado em primeiro lugar. Em que haja igualdade do género e respeito pelos direitos fundamentais da pessoa humana. Se para isso for necessária uma revolução então eu estarei na linha da frente, na barricada, por todos nós contra a obscenidade destes governos selvagens, indignos e imorais. Façamos então a necessária revolução para acabar com o estado a que isto chegou.
Imagem de perfil

De Melissa Lopes a 25.04.2015 às 19:31

Caro(a) Anónimo(a), enfim, também é esse o meu sentimento...

Obrigada por ter passado neste cantinho.
Sem imagem de perfil

De Pedro Carvalho a 28.04.2015 às 10:54

Só faltou mesmo ires à Corrida da Liberdade mas não foste porque tens liberdade para isso, para escolher em liberdade!

Beijinho.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Terceiro Frente é social


Instagram


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.