Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fosse toda gente como a minha mãe...

por Melissa Lopes, em 02.03.15

Aqui há uns anos atrás, três ou quatro, enquanto estudante universitária, concorri à bolsa de estudo. A burocracia para efectuar tal acto é tanta que uma pessoa chega a cansar-se a meio do processo. Papel x, documento y, comprovativo disto e daquilo. Depois de reunir uma capa de documentos e de ter submetido a candidatura, o resultado foi indeferido. A razão? Uma dívida que a minha mãe tinha à Segurança Social (uma humilde dívida, nada comparado com a de Passos Coelho). Tratava-se de uma dívida que tinha mais de 10 anos. Não prescreveu. Ora essa, claro que não. Mais, a dívida era resultado de uns subsídios de desemprego que a SS atribuiu à minha mãe, numa situação de transição entre a situação de desemprego e emprego. Foram dois subsídios (no total 600, 700 euros?) que a minha mãe recebeu e que não deveria ter recebido. Claro que a dívida foi paga entretanto (se não, o processo da bolsa não andava), claro que a minha mãe já se tinha esquecido dela passados tantos anos, claro que, mesmo depois de tanto tempo, a SS não se esqueceu, apesar de nunca ter notificado o devedor, claro que não prescreveu e é também muito claro que  a minha mãe sabe que é obrigatório pagar dívidas à Segurança Social. Aliás, não convive bem com o facto de estar a dever, seja lá a que entidade for. Passos Coelho como tem "free pass" em todo o lado, não teve que se preocupar com as suas dívidas porque nunca constituíram um entrave para nada. Não sei bem se a culpa é de quem se esqueceu, ou se é de quem não o quis lembrar (se é que assim foi). Será de ambas as partes, certamente. Somos todos cidadãos, mas uns são mais comuns que outros. Depois venham-nos falar na (in)sustentabilidade da Segurança Social...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:31



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Terceiro Frente é social


Instagram


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.