Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Foi lá que conheci o Bernardo. Na mítica festa da cerveja, claro está. Não foi há cinquenta anos, mas para lá caminha. Foi lá que trocamos as primeiras palavras, ao acaso [não foi nada, foi o destino]. Na realidade, foi tudo porque a amiga com quem estava, no meio da multidão de universitários em extâse com a possibilidade de beber cerveja até mais não, lhe deu um encontrão, entornando um copo para cima do rapaz. E fui eu que fui dar a cara [esperta!!!]

"Ah, desculpa lá, a minha amiga está um bocado alterada"

[...]

Dei-lhe o meu casaco porque estava demasiado quente para andar com ele. Não satisfeito com a "oferta", ainda exigiu o meu número de telemóvel. "9696...", cedi imediatamente. Pensou que o número tinha sido inventado naquele momento, só para o efeito [ou melhor, para ficar tudo sem efeito]. Mas não, fui sincera.

E apesar de bem regada, recordo-me dessa noite como se fosse hoje. 

É isto que se me oferece dizer sobre as eleições, já que estamos no "domínio dos afectos"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Kate a 25.01.2016 às 13:13

Ahaha adorei este texto Mel! Presidências, afectos, cerveja, festas universitárias... está tudo interligado!
CC
Imagem de perfil

De Melissa Lopes a 25.01.2016 às 14:23

Kate, do que eu me fui lembrar... Ahah

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Terceiro Frente é social


Instagram


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.